quarta-feira, 30 de julho de 2008

O CÃO E A JUSTIÇA

Na Índia, as autoridades policiais levaram a um Tribunal queixa-crime contra um cão e pediram severa punição para o animal por vir causando tumulto público, distribuindo mordidas, em forte ameaça à paz.
Intimado a comparecer a Juízo, o felino, que havia cumprido pena por crime idêntico, fez-se presente na sala de audiência, então lotada.
Não obstante a enorme afluência de pessoas, comportou-se convenientemente "e não mordeu ninguém nem latiu para ninguém", usando, certamente, de seu " direito de ficar calado" .
Frustada, assim, a tentativa de se conseguir prova pela oitiva do réu, o juiz suspendeu a audiência, para gáudio da Comissão dos Direitos Caninos. Nova audiência foi marcada para agosto, quando, então, o cachorro talvez venha a ¨confessar¨ o crime (claro que por latidos ou mordidas!) ou volte a ficar em silêncio, não produzindo, assim, prova alguma contra si.
Pois é: tanto lá, quanto cá!

7 comentários:

Lud disse...

Pois é, lá são os Direitos Caninos e aqui os Direitos Humanos...

Eu só quero saber é aonde estão os direitos das pessoas de bem... (É... coloque fogo no colchão de sua casa e espere pra ver se o governo lhe dará outro!)

C'est la vie!

Eneida disse...

O que se vê é que até os cães estão bem instruídos juridicamente!!!
Ninguém, e nesse caso, nem mesmo os cães, podem ser obrigados a se auto incriminar, seja qual for sua condição! hahaha

Luh disse...

É estranho pensar em um cão indo à um tribunal!
De qualquer forma ele fez bem em ficar quieto e não mostrar prova nenhuma de que ele mordia os outros!
Até mais!

Marcelo Xavier disse...

Que loucura! Se a moda pegar eu também vou processar um mosquitinho que caiu na minha sopa, um outro que entrou no meu olho (eles sempre fazem isso), uma abelha que caiu no meu copo de coca, um pernilongo que me picou na perna...
hahaha...

railer disse...

meu primeiro tio blogueiro!
isso aí, navegar é preciso!

Lud disse...

Uai, aonde estão as novas postagens?? Sentimos falta! Abração!!!

Eneida disse...

É mesmo, cadê o cheio de idéias???
Aguardamos no barco.
Cadê o navegador?
Socorro!!!!!!!!!!